O CONAR é uma Organização Não-governamental, fundada e mantida pela propaganda brasileira, ou seja, pelas agencias de publicidades, por empresas anunciantes e veículos de comunicação para fiscalizar a ética da propaganda comercial veiculada no Brasil. Norteia-se pelas disposições contidas no Código Brasileiro de Autorregulamentação Publicitária que, através de 50 artigos  e 19 anexos, disciplina as normas éticas a serem obedecidas pelos Anunciantes e pelas Agencias de Publicidade na elaboração de seus anúncios.

CONAR

Como funciona? Se alguém (consumidor, concorrente, autoridade pública) sentir-se prejudicado ou ofendido por essa publicidade poderá apresentar queixa ao CONAR. Falhas poderão também ser detectadas pelos serviços de monitoria do CONAR. Essas hipóteses darão inicio  a um processo que determinara o exame do anuncio pelo Conselho de Ética, composto por representantes das agências de publicidade, dos anunciantes, dos veículos e dos consumidores.

O resultado final, a recomendação do Conselho, poderá determinar a alteração do anuncio ou impedir que ele venha a ser veiculado novamente. A decisão poderá ainda, propor a  Advertência do Anunciante e/ou da sua Agencia e, excepcionalmente, a Divulgação Publica da reprovação do CONAR.

Se resultar que o anuncio for denunciado pelo Conar, o anunciante e a agencia terão prazo formal para defenderem-se ou  oferecem esclarecimentos. Essa defesa será anexada no processo e um membro do Conselho de Ética, designado pelo relator, estudará o caso e emitirá sua opinião. Em sessão de julgamento da respectiva Câmara, o assunto será debatido e levado a votos. As decisões do CONAR são rigorosamente respeitadas pelos veículos de comunicação, que não voltarão a veicular o anuncio reprovado.

O que é o CONAR?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *