O  “consumidor é o Rei” ou o “freguês tem sempre razão”! Estas duas frases foram cunhadas para popularizar o conceito de que os consumidores devem estar no centro dos nossos universos de mercado. É em função deles que devemos modelar os nossos sistemas de governança corporativa, conforme sugere a paráfrase: O poder emana do consumidor, pelo consumidor e para o consumidor.

No entanto, estas frases não estão completas e podem permitir uma falsa interpretação se não forem lidas de maneira criteriosa em relação à identidade do seu consumidor.

Quem é seu Rei, que sempre terá a razão é o seu consumidor-alvo,em função do qual uma necessidade específica foi identificada e para o qual uma oferta foi desenhada.Por exemplo,em função das características de seus leitores, são diferentes, em quantidade e universo,as palavras da língua portuguesa utilizadas nos jornais O Dia,O Globo e no JB.

O “consumidor é o Rei” ou o “freguês tem sempre razão” são máximas da política de marketing que devem ser seguidas?
Classificado como:            

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *