Marketing – A Era Kotler

Philip KotlerHistória do Marketing: A Era Kotler

Quem foi Philip Kotler? E qual sua importância para o marketing?

Inúmeros novos estudos e publicações, conferências e debates, estabelecendo conceitos, fundamentos e teorias foram desenvolvidos à época, com graus variados de acertos e erros.

Entre estudar, desenvolver, ajustar e lançar produtos envoltos em características que se voltassem para a capacidade de satisfazer necessidades e desejos foram-se cerca de mais uns 20 anos.

Eis então que, na segunda metade dos anos 60, Philip Kotler, nascido em Chicago, em maio de 1931, à época um jovem já brilhante e estudioso, dedicou-se com afinco a reunir, analisar, revisar, desenvolver, ampliar, sistematizar, reordenar e consolidar os fundamentos e princípios do que hoje chamamos marketing.

Com doutorado em Economia pelo Massachusetts Institute of Technology, hoje leciona Marketing Internacional na Kellog Graduate School of Management, da Northwestern University, uma das mais prestigiadas escolas de pós-graduação em Gestão do mundo, onde deu prestígio ao departamento de marketing.

Presta consultoria a IBM, Apple, General Electric, Ford, AT&T, Motorola, Honeywell, Bank of America, Merck, Ciba Geigy, J.P.Morgan, DuPont, Westinghouse, Merrill Lynch, dentre outras.

Com brilhantismo, Kotler conseguiu reunir o melhor do pensamento mercadológico, agregando a ele uma visão objetiva e clara.

Estabeleceu princípios elementares e deu sentido aos fundamentos até então estabelecidos, trazendo demonstração objetiva ao pensamento de marketing. Amarrou definitivamente o produto à satisfação de necessidades, atribuindo a estas a prioridade em relação àquele.

Até Kotler, produzia-se e promovia-se para vender, e as definições do que seria o marketing eram profusas e difusas.

“(o marketing) tem sido descrito por uma ou outra pessoa como uma atividade de negócios; como um grupo de atividades de negócios; como um fenômeno de comércio; como um estado de espírito; como uma função coordenadora, integradora, na definição de políticas; como um senso de propósitos dos negócios; como um processo econômico; como uma estrutura das instituições; como um processo de troca ou transferência da propriedade de produtos; como um processo de concentração, equalização e dispersão; como a criação de tempo, lugar e posse de coisas úteis; como um processo de ajustamento da demanda e da oferta, e muitas outras coisas.”

Marketing Staff of The Ohio State University – A STATEMENT OF MARKETING PHILOSOPHY
(p. 43, Journal of Marketing, janeiro de 1965)

Após Kotler, e até os dias de hoje, produz-se o que o consumidor deseja para satisfazer suas necessidades, e há toda uma cultura de marketing estabelecida, sobre a qual passamos a discorrer aqui.

Vimos que os mecanismos de sobrevivência humana despertam nas pessoas estados definidos de insatisfação quando há a carência e a insatisfação que dela decorre.

Imediatamente desperta-se no homem o desejo de suprir esta carência, e com ele ativam-se os sentidos da iniciativa e da busca.

“O ponto de partida para o estudo do marketing reside nas necessidades e desejos humanos. A humanidade precisa de comida, ar, água, roupa e abrigo para sobreviver Além disso, as pessoas desejam recreação, educação e outros serviços.”

“Marketing é a atividade humana dirigida para a satisfação das necessidades e desejos, através dos processos de troca.”

Philip Kotler – MARKETING (ED. COMPACTA) – 3a. edição. (São Paulo, Atlas, 1985)

Já decorridas décadas desde as primeiras publicações de Kotler até os dias de hoje, e vistas a magnitude e o avanço imensuráveis que pôde desde então alcançar o pensamento de marketing, decididamente por ele influenciado, podemos atribuir a este período a designação de Era Kotler.

Seja em mérito pela sua incansável dedicação à pesquisa, ao estudo e ao debate, como pelo reconhecimento devido ao seu empenho pessoal em promover a difusão e o avanço do pensamento de marketing, percorrendo o mundo com suas obras, mas também pessoalmente em palestras, debates, seminários e congressos.

Fonte: Eliahou Kogan