marketingA era da produção inclui os primeiros movimentos da administração cientifica em que os fabricantes enfatizam a produção de mercadorias e depois procuram quem as compre. Ela se caracteriza por um mercado do vendedor, onde a demanda existente excede a produção. A atitude predominante em termos de competitividade em empresas que estão nesta fase é a de que um bom produto, definido em termos de sua qualidade física vender-se ia por si só.

A era das vendas sucede á da produção quando passam a ser exigidas técnicas mais sofisticas e eficientes para atrair clientes que comprem a produção crescente. Em geral, estas empresas começam a identificar problemas de estoque, ou recursos ociosos, que são causados pelo desalinhamento entre a produção e o consumo. Uma empresa orientada para vendas pressupõe que os clientes irão adquirir mercadorias e serviços que foram produzidas com foco interno, ou seja, com distorções de mercado e que a tarefa do pessoal de vendas e propaganda seria convencê-los a comprar.

A era do marketing anuncia a aceitação do conceito da orientação de toda a empresa para o consumidor, com o objetivo de obter sucesso de longo prazo. Em vez de buscar clientes para as mercadorias e serviços de longo prazo. Em vez de buscar clientes para as mercadorias e serviços da empresa – característica das eras de produção e de vendas – a era do marketing exige que primeiro se focalizem as necessidades dos consumidores e depois se desenvolvam meios  de satisfazer essas necessidades

Se a premissa é de que o sistema competitivo de marketing muitas vezes não atende prontamente ás necessidade do consumidor., é preciso reconhecer que nem todas as empresas adotaram a orientação ao consumidor de forma explicita no seu planejamento estratégico, mas o mercado competitivo assegura que elas vão adaptar-se para se tornarem eficazes, ou desaparecerão.

Como se utiliza o marketing nas várias Eras da Administração?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *