A Origem do Marketing

A ciência do marketing, ligada ao controle dos mercados, é mais anti­ga do que aquela que investiga a ciência dos mercados. O conhecimento de marketing por parte dos gerentes teve um papel fundamental no surgi­mento do capitalismo contemporâneo.

Desde a metade do século XIX, a internalização dos mercados nas grandes companhias, a prática repetida da segmentação do mercado ou mesmo a construção social da demanda confirmaram a vitória da “mão visível” dos gerentes sobre a “mão invisível” do mercado. Uma vez que o marketing não é mais do que uma arma comum de forças do negócio, seu e tudo reforça a idéia de uma construção social dos mercados e é visto “‘como uma extensão do poder de oferta sobre a demanda.

origem do marketingA história do marketing está ligada à separação progressiva do conhecimento de marketing, das práticas de mercado. O seu nascimento como um corpo distinto de conhecimento, localizado entre a oferta e a deman­da, mas, também, entre a ciência e a prática, muda toda a perspectiva. O Marketing surge como uma disciplina alternativa da economia de mercado,  favorecendo a circulação do conhecimento, a melhoria dos conceitos e, ainda, da implementação de novas idéias e práticas.

Por outro lado, essas transformações são capazes de renovar não somente a identidade social dos atores do marketing, mas também de modificar a orientação geral das atividades econômicas.

Para o bom entendimento de como a urgência do marketing, como uma disciplina gerencial, contribuiu para o funcionamento dos mercados, é importante observar que, quando se começou a realizar estudos acadêmicos nesta área, a Economia era a única disciplina que lidava com o fenômeno do marketing e os economistas da época criaram um “novo co­nhecimento” ao se comprometerem a seguir, fisicamente, os movimentos _” commodities ao longo dos canais de marketing e elaboraram uma relação de entidades de marketing, procedimentos e práticas.